[Livro] A Roda do Tempo: O Olho do Mundo – Robert Jordan

Prêmios Nébula e Hugo

Olá, tudo bem?

Recentemente eu postei algumas coisas relacionadas com ressaca literária, até que finalmente eu li essa maravilha chamada de O Olho do Mundo.

image
Veja na Amazon

 

Veja bem, quando a Intrínseca informou que lançaria esses livros, algo dentro de mim gritava “Você precisa ler”. Não sei se foi o fato de eu gostar de séries ou amar calhamaços, mas eu desejei esse livro no momento que soube dele. A questão é que são 14 livros ao todo, sendo que no Brasil, foram lançados, até o momento da publicação, 6 livros.

Logo de cara somos apresentados como teria se originado a Ruptura do Mundo. É um dos prólogos mais lindos que já li, fiquei de queixo caído e desejei devorar o livro.

[…]E a sombra caiu sobre a terra, e o Mundo foi despedaçado, pedra por pedra. Os oceanos recuaram, as montanhas foram engolidas, e as nações se espalharam pelos oito cantos do Mundo. A lua era como sangue , e o sol, como as cinzas. Os mares ferveram , e os vivos invejaram os mortos. Tudo se fez em pedaços, e tudo se perdeu, a não ser a memória, e uma delas acima de todas, a daquele que havia trazido a Sombra e a Ruptura do Mundo. E a ele deram o nome de Dragão.

Por Eras muitos se denominaram O Dragão, fazendo reinos entrarem em guerra, porém eram charlatões que não haviam realmente tocado a Fonte da Vida, que na atual Era, apenas mulheres conseguem fazer isso e são chamadas de Aes Sedai, temidas e menosprezadas por todos. A questão é que se as pessoas temem as Aes Sedai, também temem quando o Dragão renascer, já que ele irá trazer caos ao mundo e pode romper os Padrões, acordando o Tenebroso, o Senhor das Trevas.

Começamos acompanhando o Rand al’Thor e seu pai Tam al’Thor que estão indo para a estalagem dos Dois Rios levar bebidas para a festividade que terá, o Bel Tine. O problema que os tempos não estão fáceis pois o inverno dura mais do que já deveria, lobos estão atacando e coisas estranhas estão acontecendo. Até que Rand vê, no meio da estrada, um ser encapuzado em cima de um cavalo, mas há algo de estranho que deixa o rapaz impaciente.

Nas guerras garoto, tolos matam outros tolos por causas tolas.

Chegando aos Dois Rios, somos apresentados para mais dois personagens que, ao meu ver, são a tríade e os personagens principais da história: Mat e Perrin, ambos amigos do Rand e que tem a mesma idade e não é por ai que para as coincidências, como vamos descobrindo ao longo da leitura.

Mat e Perrin também viram o estranho encapuzado. Só que não é só isso de bizarro que está havendo na região, no mesmo dia, dois forasteiros, um mascate e um menestrel são visto. Tudo isso soa como mal pressagio para a Sabedoria dos Dois Rios, (uma espécie de curandeira e ao mesmo tempo profetiza) durante a leitura vamos sabendo muito mais que isso, mas elas são conhecidas por ouvir o Vento. A Sabedoria se chama Nynaeve e é considerada por muitos uma pessoa jovem demais para ter tal titulo, mas pense em uma mulher que não aceita ordens de ninguém e é forte. Egwene é outra personagem importante, pois ela é a aprendiz da Sabedoria e tem uma queda pelo Rand.

Que tipo de formas você acha que as pessoas imaginarão agora que a ideia está na cabeça delas?

Mas por fim, Rand e Tam tem que retornar para a fazenda, irão apenas participar das comemorações do Bel Tine no dia seguinte, porém sofrem um ataque por Trollocs.

Gente, acontece muita coisa que estou evitando de contar para não ser spoiler, mas os três amigos e mais algumas pessoas vão se reunir e partir para uma jornada.

Mas a esperança é como um pedaço de corda quando você está se afogando: simplesmente não é o suficiente para tirar você da água sozinho.

Te lembrou algum livro? Aposto que vários, mas especificamente talvez O Senhor dos Anéis, não é? Pois bem, embora há coisas que nos fazem lembrar das histórias do Tolkien, te garanto que nada perde o encanto esse livro e que tem sim sua própria história (afinal, o autor não iria planejar 14 livros atoa). Originalmente, o Olho do Mundo foi publicado em 1990, sendo considerado uma das obras mais elaboradas já escritas. Mas infelizmente o autor Robert Jordan faleceu em 2007, deixando para as pessoas mais próximas o final de sua obra. Sendo assim, sua esposa escolheu o Brandom Sanderson para finalizar a obra do marido.

Além de ser resgatada de uma puta ressaca literária o livro também me mostrou que eu precisava voltar a ser a leitora de antes: ler por paixão e não sob pressão, coisa que vinha acontecendo nos últimos meses. Para você ter uma ideia, demorei dois meses para completar a leitura e percebi que está tudo bem (mas vamos deixar essa conversa para outro momento).

[…] quando o que fazem permanece escondido, os homens ás vezes lidam com estranhos como não fariam quando há outros olhos para ver.

Então é isso, o livro me prendeu do inicio ao fim e não teve uma parte das 798 páginas que fiquei cansada em ler. Recomendo para todos os apaixonados por fantasia e que são doidos como eu para ler vários calhamaços.

Beijos e até 😉

Só se completa quando você aceita.


 

Ficha Técnica:

  • Autor: Robert Jordan
  • Tradutor: Fábio Fernandes
  • Capa comum: 798 páginas
  • Editora: Intrínseca; Edição: 1ª (28 de agosto de 2013)
  • Idioma: Português
  • Gênero: Fantasia

Um comentário em “[Livro] A Roda do Tempo: O Olho do Mundo – Robert Jordan

Adicione o seu

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

Escreva um blog: WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: