[Livro] Corte de Névoa e Fúria – Sarah J. Maas

“Estou pensando que era uma pessoa solitária e sem esperanças, e talvez tivesse me apaixonado pela primeira coisa que me mostrou um pingo de bondade e segurança. E estou pensando que talvez ele soubesse disso… Talvez não conscientemente, mas talvez ele quisesse ser aquela pessoa para alguém. E talvez isso desse certo para quem eu era antes. Talvez não dê certo para quem… O que sou agora.”

 

Esse é o segundo volume da trilogia, então atenção, ele poderá conter spoilers do primeiro livro Corte de Espinhos e Rosas que já foi resenhado aqui no blog.

 

Spoiler

É incrível quando o livro vai te conquistando aos poucos, mas é ainda mais incrível quando logo nas primeiras páginas você já passa a devorar a história, pelo menos foi assim que aconteceu comigo lendo a Corte de Fúria.

Aqui conseguimos ver com mais clareza uma coisa que estava me incomodando muito quando eu li o primeiro livro. Sim! Estou falando do relacionamento abusivo entre a Feyre e o Tamlin.

128577811SZ
Adquira o livro pela Amazon.

A primeira vez que a gente olha o relacionamento de ambos, pensamos que o Tamlin é aquele príncipe encantado que sempre vemos por ai: forte, disposto a salvar alguém por amor e que passa por uma terrível praga. Mas não é bem isso e a autora constrói esse assunto de forma tão magistral que, mesmo as pessoas mais despercebida vai identificar que o amor dele não é tudo isso.

Ele se torna uma pessoa tão passiva com a Feyre, que diz que ela ficar presa na mansão é um gesto de proteção. Mas a Feyre está definhando, todos veem isso, mas o medo do Tamlin é maior que a vontade de ajudá-la… até que o Rhys aparece. Isso mesmo, ele irá por meio da ligação que ambos tem e leva-a para a Corte Noturna, e vemos que as feéricos realmente não sabem o que se passa por lá.

Claro que veremos um outro lado de um romance, mas veremos por um ponto de vista em que o parceiro é construtivo, totalmente o oposto que estava sendo, Tamlin era destrutivo para a Feyre e conforme vai passando a leitura é legal ver como ela, por si mesma, identifica essas diferenças entre os dois relacionamentos, até que, quase ao fim do livro, temos uma explicação para essa ligação entre ela e o Rhys.

Mas não é só amor que vemos, nem sobre abuso de relacionamento, vemos também a complexidade desse mundo magnifico que a autora criou e a guerra está ai.

O que será que está por vir no terceiro livro?

e23b721b203416d5295736401e46fbe80aeb2c93_hq.jpg


 

Ficha Catalográfica

  • Capa comum: 658 páginas
  • Editora: Galera; Edição: 15 (2 de agosto de 2016)
  • Idioma: Português
  • Autora: Sarah J. Maas

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

Escreva um blog: WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: