[Mangá] Rosa de Versalhes – Riyoko Ikeda

Essa é uma releitura da adaptação feita da história de Maria Antonieta, Rainha da
França, e de Oscar uma garota que por capricho de seu pai se torna general.

versalles-rosa-1000x600-740x444

Em 1755 na mansão do General Jarjayes, general esse que comanda o exército real francês, nascia seu sexto filho e para a infelicidade do homem era uma sexta garota. Jarjayes queria e precisava de alguém para lhe suceder um dia sendo assim chamou a recém-nascida de Oscar, um nome masculino para uma garotinha, mas que ele iria lhe ensinar tudo que fosse preciso para ser uma General respeitada. Longe dali na Áustria também na mesma época nascia a jovem Maria Antônia, a nona filha da Imperatriz Maria Teresa, que futuramente viria a se tornar Maria Antonieta rainha da França. O destino das duas jovens parecia inevitável de se encontrar no futuro e o palco desse encontro seria o rico, glamouroso e traiçoeiro Palácio de Versalhes.

o-vicio-cinema-09032018190306985

Se você se lembra das aulas de história ou gosta do período pré-revolução francesa irá se sentir familiarizado com a grande maioria dos personagens descritos aqui e os acontecimentos históricos citados. Mas se achava essas aulas chatas, não se preocupe o mangá tem varias explicações simples sobre quem é quem na história.

Resumindo rapidamente: para firmar uma aliança de paz entre a França, maior potencia econômica da Europa na época, e a Áustria, o Rei Luís XV e a Imperatriz Maria Tereza arranjaram um casamente entre o seu neto e a sua filha respectivamente. O neto viria a ser o futuro rei Luis XVI e a princesa e futura rainha Maria Antonieta, quando ambos tinham apenas 15 e 14 anos. Assim Antonieta vai morar na França e passa a viver em meio a corte como a dama mais importante do lugar.

berubara_02

Esse primeiro volume é focado em mostrar o dia a dia da corte, suas regras e seus nobres, cheios de pomposidade e requintes. Em meio a tudo isso está a jovem Oscar, comandante de uma tropa e que apesar de achar a futura rainha uma garota mimada e travessa, simpatiza com seus modos de lidar com certas situações que acaba se envolvendo, e com as intrigas entre os outros nobres.

Rosa de Versalhes (Versailles no Bara no original) é tida como uma obra clássica da demografia shoujo (mangás voltados para jovens garota na faixa dos 13 a 17 anos), e foi um marco para a sua época, ditando elementos e estilos narrativos que serviram de influencias para diversos mangakás futuramente. O mangá é escrito e desenhado por Riyoko Ikeda, com uma arte muito bonita (desconsiderem a arte da capa, foi uma escolhe muito ruim da JBC) e com tons cômicos que parecem ser característicos da época lançada, já que vejo muitos deles em outras obras datadas.

51fh3D7l6cL._SX327_BO1,204,203,200_
Ficou interessado? Adquira o seu na Amazon

Baseado apenas no primeiro volume que foi o único que li atÉ o momento, achei uma história um pouco arrastada e tediosa em certos momento. Ele inicialmente foca muito de dia a dia da corte de Versalhes e suas intrigas internas, o que ao meu ver deixa a história lenta e sem muito atrativo. Mas ainda sim possui bom elemento e momentos interessantes. De longe a personagem mais cativante da história é a Oscar, com seu jeito sério e sempre preocupada não só com o bem estar da corte e de sua família, mas de todo povo que parece sobre nas mãos dos nobres.

Rosa de Versalhes é um “recente” lançamento da Editora JBC, obra que será finalizada com 5 edições em formato Big. Atualmente 4 volumes já foram lançados.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

Escreva um blog: WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: