[Livro] Cinzas na Neve – Ruta Sepetys

Olá, tudo bem?

Sejamos honestos: quando alguém fala em Segunda Guerra Mundial, quem vem primeiro a sua mente Stalin ou Hitler?

Vocês algum dia já pensaram em quanto vale a vida de uma pessoa? Naquela manhã, a vida do meu irmão custou um relógio de bolso.

IMG_20190302_181738_905Lina é uma lituana de 15 anos de idade, uma artista nata e que tem sua vida completamente mudada quando agentes da NKVD esmurram a porta de sua casa e levam ela, sua mãe e seu irmão para um caminhão aonde há outras pessoas tão amedrontadas e assustadas quanto ela. Lina até reconhece alguns rostos, como o da bibliotecária e da professora rude de sua escola.

O destino é incerto, mas quando chegam tudo o que espera por eles é o mau trato, comida escassa e muito trabalho em uma plantação de beterraba. Tudo que Lina pensa é em avisar ao seu pai aonde eles estão e é através de seus desenhos que ela codifica mensagens para ele.

Um retrato do que muitas pessoas passaram no regime ditatorial do Stalin na URSS, a autora nos conta uma história com personagens fictícios mas com o plano de fundo verdadeiro: o terror nos Gulags na Sibéria. 

Lançamento em 2011 primeiro como A Vida em Tons de Cinza, a Editora Arqueiro trouxe em março de 2019 o relançamento do livro.

Cinzas na Neve é uma leitura fluída, primeiro porque os capítulos são curtos e outra é que você quer saber qual vai ser o destino da Lina e sua família. Como perguntei, é bem provável que você associe mais a Segunda Guerra com o Hitler do que com o Stalin, e não é por menos, o que Hitler fez com vários povos pregando a pureza da raça, deixou uma cicatriz gigante na nossa história. Mas você sabia que estima-se que foram mais de 20 milhões de pessoas que morreram com o regime do Stalin na União Soviética?

“É preciso defender o que é certo sem esperar gratidão nem recompensa, Lina.”

Localizada em Moscou, a União das Repúblicas Socialistas Soviéticas (URSS), foi um estado socialista que tinha o Partido Comunista no poder e basicamente ele durou de 1922 à 1991, quando houve um golpe politico que tirou o Gorbachev do poder quando ele estava indo assinar um tratado para reformar e restaurar o estado soviético. Em setembro de 1991 os países bálticos, Estônia, Letônia e Lituânia, declararam a separação da União Soviética, tornando-se assim novamente estados independentes.

A autora vai retratar no livro exatamente quando esses países bálticos são anexados à URSS. Nas ruas não se podia falar da União Soviética, senão eles seriam presos pela NKVD (atualmente a KGB da Rússia). Lina é uma menina com um temperamento forte, isso é mostrado logo no inicio, quando ela fala de Stalin como sendo uma pessoa ruim (e convenhamos ela tem toda a razão).

Acompanhamos um povo sendo escravizado por pessoas que simplesmente acham que são melhores que as outras, mas que ainda assim não perdem a esperança de voltar para suas casas. Há momentos que você vê que a esperança era tudo que eles se agarravam, e chega até ser um pouco desesperador ler isso.

Baixei os olhos para o rostinho rosado no meio da trouxa de pano. Um recém-nascido. O bebê tinha poucos minutos  de vida, mas para os soviéticos, já era um criminoso.

No início, eu estava achando a leitura bem similar com as obras do Jhon Boyne, uma vez que normalmente ele retrata, os horrores que uma guerra pode afetar na vida de várias famílias (quem aqui nunca leu/assistiu O Menino do Pijama Listrado? Ou então Fique Aonde Está e Então Corra?). Assim como Boyne ou até mesmo o Ken Follett, Ruta Sepetys traz um tema pesado e que muitas vezes passa despercebido, com uma sutileza e em uma personagem forte, que provavelmente é a representatividade de muitas pessoas que passaram anos aguardando em fim a liberdade que eram suas por direito.

Fica aqui a minha sugestão de leitura.

Beijos e até 😉

cinzas na neve livro
Clique na Amazon para adquirir o livro

Ficha Catalográfica:

Livro: Cinzas na Neve
Autora: Ruta Sepetys
Editora: Editora Arqueiro
Ano de publicação: 2019
Quantidade de Páginas: 240
Prêmios: Golden Kite
Adaptado para o cinema em 2018

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

Escreva um blog: WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: