[Livro] The Witcher: O Último Desejo – Andrzej Sapkowski

Olá, tudo bem?

the witcherVocê já se sentiu pressionada por uma indicação de leitura? E quando são duas pessoas que fazem a mesma indicação falando que sabem que você vai gostar? Pois é, alguns anos atrás um amigo me indicou ler The Witcher, sério, uma indicação vindo dessa pessoa até me assustou e dois meses depois eu adquiri o livro… mas não sentia preparada para ler, até que mês passado, um novo amigo sugeriu que lêssemos juntos. E foi assim que desenterrei a Saga do Bruxo Geralt de Rívia escrito pelo Andrzej Sapkowski do fundo do meu livreiro e li.

Antes das impressões, vou situá-los da história: The Witcher: A Saga do Bruxo Geralt de Rívia – O Último Desejo (o título comprido, pelamor) consiste em 13 contos, sendo que desses 13, 7 são interlúdios que são chamados de A Voz da Razão, esses interlúdios se passam no presente e os outros 6 se passam no passado (alguns não tão distantes quanto o presente). Vamos acompanhar as histórias do bruxo Geralt de Rívia e logo no primeiro conto vamos ver que ele não é uma pessoa muito bem vindo nos lugares. Treinado desde a infância para ser um bruxo, Geralt é muito habilidoso e esperto, é contratado para caçar monstros e faz isso com uma frieza impressionante. Homem de poucas palavras que muitas vezes simplesmente irrita as pessoas.

– Aos homens agrada inventar monstros e monstruosidades. Com isso, sentem-se menos monstruosos. Quando se embriagam, são capazes de trapacear, roubar, bater na esposa, deixar morrer de fome a velha vovozinha, matar a machadadas uma raposa pega na armadilha ou ferir com flechas o último unicórnio do mundo. Nessas horas, gostam de pensar que Moahir, que adentra suas choupanas de madrugada, é muito mais monstruosa do que eles. Aí, ficam com o coração mais leve e acham mais fácil tocar a vida a diante.

Se você é um gamer, talvez tenha já escutado sobre os jogos The Witcher, eles são baseados nos livros que o Andrzej escreveu. Ao todo são 8 livros, todos já lançados aqui no Brasil.

hq-o-ultimo-desejo-the-witcher-volume-1Primeiro tenho que dizer que sim, eu gostei do livro, mas não sei se gostei tanto como as pessoas acharam que eu iria gostar. O primeiro conto vamos acompanhar o Geralt contra uma estringe e eu ficava me perguntando “mas que cargas d’água é uma estringe”, mas a descrição do autor é tão translucida que não é difícil você criar a imagem do monstro. Porém não me cativou no primeiro conto, muito menos no segundo, que embora não vi problema em ter me remetido ao conto da Bela e a Fera, foi um conto “okay” para mim.

Se no segundo conto me lembrei da besta da Fera, no terceiro, que não me agradou, foi o fato de ser uma alusão ao conto de fadas da Branca de Neve (sim, me julguem, mas nunca gostei da Branca de Neve. Dos sete anões eu só gostava do Zangado e o Soneca, talvez eu e eles nos parecemos), o fato é que, embora as seja um conto interessante, eu me arrastei lendo.

[…] Viver a vida, meu bom homem, é competir.

A coisa foi ficando boa mesmo nos três últimos contos e por incrível que pareça, esses forma os três contos que cada um (meus dois amiguinhos e euzinha) gostamos. A começar pelo conto Uma Questão de Preço, na qual aquele meu primeiro amigo gostou e eu também. Nesse conto vamos ver um pouco sobre pessoas que nascem a sombra do destino ou Lei da Surpresa, um conceito bem interessante que explica, por exemplo, o destino de uma criança já está forjada e se entrelaça com outra pessoa (ler o conto é mais fácil de entender do que eu tentando explicar rsrs).

o-ultimo-desejo-the-witcher-1-acervo-do-leitor

O conto que mais gostei foi Os Cofins do Mundo. Primeiro porque aparece o Jaskier, um bardo muito do exagerado e engraçado; segundo que eles vão ir para uma vila que quer expulsar um… diabo. Cara, quando os aldeões começaram a descrever o diabo, na hora veio em minha mente as histórias do Saci-Pererê, pois é, sabe aquele demônio que prega peças? Aqui teremos um diabo assim e eu ri bastante lendo esse conto, mas devo admitir que fiquei surpresa em relação a um povo que apareceu no fim desse conto.

Para o último conto que leva o nome do livro. O Último Desejo, iremos saber como o Geralt conheceu a Yennifer, uma feiticeira por quem o nosso bruxo ama. Claro que o bardo está nessa história e a confusão toda começa com ele. Esse é o conto que o meu segundo amigo gostou, eu particularmente gostei, embora já imaginava como a história do Geralt e da feiticeira se entrelaçariam. Mas o que gostei mesmo foram as últimas frases desse conto (é claro que não contarei, mas meus dedos estão coçando para digitá-las), as últimas frases deram uma coisinha no meu coração que nem sei como explicar. Nesse conto iremos nos deparar com um gênio.

– Um fenômeno que tem exceções não pode ser considerado uma regra. E, por favor, não me venha com aquele papo de que exceções servem para comprovar regras. Em vez disso, fale-me especificamente das exceções.

Embora o livro não tenha surtido um efeito tão maravilhoso como acho que pensaram, fiquei curiosa para ler o segundo volume, pois é óbvio que o deixa margem para outros volumes. Nesses contos temos explicações bem abrangentes sobre o mundo em que o bruxo vive. O autor soube muito bem descrever as cenas e ao ler você simplesmente vai imaginando cada cena de maneira bem fluída, você consegue adentrar na história sem problemas algum.

Assim que eu comprar o segundo volume, irei trazer mais dos contos que o Andrzej Sapkowski escreveu.

Um beijo e até mais 😉

Anúncios

2 comentários em “[Livro] The Witcher: O Último Desejo – Andrzej Sapkowski

Adicione o seu

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

Escreva um blog: WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: