[Livro] Elantris – Brandon Sanderson

Olá, tudo bem?

Eu já comentei várias vezes que eu tenho o costume de comprar livros pela capa mas este fui muito além de achar a capa interessante, pode parecer exagero – ou não -, só que me recordo muito bem como foi: entrei na livraria cultura e logo de cara me deparei com ele, fui ver outros livros, mas a sensação de que eu tinha que levar aquele não saia de mim. Vi o preço, e mesmo sendo salgado naquela época – meados de 2012 – afinal ele tinha acabado se ser lançado aqui no Brasil, foi ele quem eu trouxe para casa e posso dizer: valeu cada centavo!

LeYa_Elantris_estudos_004Elantris era conhecida como a cidade dos deuses. Nela, uma benção chamada Shaod transformava as pessoas em semideuses. Porém, há dez anos, as coisas começaram a mudar e a magia transformou Elantris em uma cidade amaldiçoada, onde as pessoas tocadas pela Shaod se transfiguravam em seres sem vida e sem sentidos próprios. A maldição os tornava mortos-vivos e a cidade tornou-se um cemitério de zumbis.

Escrito pelo incrível Brandon Sanderson e lançado no Brasil em 2012 pela Editora Leya, Elantris é um livro que a fantasia reina, mas não apenas isso, romance, intriga politica e religiosa, mistério e humor permeiam aqui. Esse é um dos poucos livros que eu torci para de fato o casal principal ficar juntos, em que o vilão me marcou tanto que eu me compadeci dele e que fiquei com gastura em outros momentos.

Elantris era uma cidade próspera, conhecida como cidade dos deuses emanava magia. Seus habitantes tinham cabelos brancos e brilhantes e sua pele quase em um tom de prata. Algumas lendas diziam que eles eram imortais pois seus corpos se curavam rapidamente e eles eram munidos de magia que podia ser curar, inclusive, pessoas de outras cidades de Opelon vinham para visitá-los e para ser um deles você passava pelo Shaod, uma transformação que chegava derrepente e aos escolhidos a vida terminava e recomeçava e a pessoa se mudava para Elantris. Mas à 10 anos tudo mudou e uma maldição caiu sobre a cidade e de pessoas fortes e imortais, se tornaram sombras e sem magia.

Os corpos dos elantrinos não se curam mais, então os danos que eles sofrem a dor é muito maior e acompanha eles para o resto da vida. E é nesses tempos de dificuldade que o principe Raoden vai acabar se encontrando, ele que estava prestes a se casar é deixado na cidade leprosa em que o pai ordena e é tido como um homem morto. Raoden, assim como todos os outros que recebem o Shaod, quando são deixados na cidade recebem uma cesta de comida, uma vez que eles não produzem mais nada lá. E quando chega um novo elantrino, há uma disputa por comida entre eles.

Raoden vai descobrir na cidade a magia mais rustica chamada de Aons, símbolos que eles desenham no ar e que se transforma em qualquer coisa – o mais legal é que no final do livro tem os desenhos das magias -, mas todas as vezes que ele começa um aon, simplesmente ele se desfaz.

Sarene, a princesa prometida, é uma das personagens principais. Uma mulher forte e que não abaixa a cabeça tanto que, suspeitando da morte repentina do principe, ela se infiltra na corte para descobrir a verdade.

O terceiro personagem principal é o Hrathen, um alto-clérigo de uma religião militar que tem como missão em três meses converter a todos antes da invasão que poderá acontecer. Sem dúvidas ele é como um Severo Snape (desculpa a comparação, mas foi isso que imaginei quando li).

Esses são os três personagens que sustentam a história. Cada vez que mais você vai entendendo o por que da maldição.

Confesso que preciso fazer uma releitura. Por incrível que pareça eu me lembro disso tudo. rsrs

Quando eu reler, farei uma comparação de resenhas 😉

Beijos e até mais.

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

Escreva um blog: WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: