[Devaneio] Grão de Areia

pegadas

 

As vezes tudo o que precisamos é de um tempo só. Não importa aonde, mas o que importa é como, porque estar sozinha em seus pensamentos não é tão grave, o problema é como você chegou até ali.

Nesse tempo que todos precisam para si, é quando a gente tira aquela máscara, que está até ficando maltrapilha e olhamos para os nossos olhos, conseguimos enxergar de ponta a ponta o que somos, o que queremos ser. São os momentos inevitáveis de comparação, mas também são os momentos cruciais que nos permitimos acalentarmos a nós mesmos, afagar nossos corações e respirar fundo, vestir a máscara novamente, junto com uma cota de malha, para evitar os ataques que sofremos de quem está de fora. Isso tudo as vezes acontecem de um minuto para outro, mas há outros momentos que demandam tempo… tempo demais para voltar.

Não é fácil, após horas e horas de conversa, uma simples pessoa virar, falar e apontar, sem dó nem piedade, o nosso lado feio – as vezes nem tão feio é assim, só é um lado que não está bem desenvolvido, mas o que é estar desenvolvido nesse mundo de tormentos?

Me disseram esses dias que eu era infantil, mas o que é a infantilidade a não ser ter o caráter de uma criança? Não entendo aonde as pessoas querem que isso saia de mim, ser adulto não pode rir das bobagens da vida? Não pode acreditar que as pessoas tem segunda chances? Não entendo o que é ser infantil e talvez ai more o detalhe, já que ingenuidade e inocência permeiam o sinônimo da infantilidade.

A opinião do outro de nada deveria me importar, mas quando se cresce sendo um ouvinte, as vezes por mais que queiramos filtrar as palavras que vão reverberar em nossas cabeças, sempre tem aquelas, teimosas, que parecem grão de areia de praia, que passam pelo buraquinho da peneira e ficam ali no vai e vem do pensamento. Nos fazem querer um tempo, aquele tempo para ficarmos sós, conosco, sem máscaras e cotas, sem espadas e muralhas, não importa o ambiente, seja em um trem lotado, no ambiente de trabalho ou num quarto vazio.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

Escreva um blog: WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: