[TAG] Direitos do Leitor

Olá, tudo bem?

Eu já falei que gosto da Juliana do canal Jota Pluftz? Cara, eu dou muita risada com ela e foi por esses dias que vi no canal dela a TAG: Direitos do leitor, cara, vejam o vídeo dela, onde ela explica da onde tirou a ideia de fazer a TAG, que foi do livro Como Um Romance do Daniel Pennac e aproveitando, resolvi responder. Então voilà:

1 – O direito de não ler – Um livro que você não quer ler nem que te paguem:

Livros da Jojo Moyes ou Nicolas Spark. Para quem me conhece ou acompanha o blog, sabe que não gosto de livros mi mi mi, então livros lançados por esses autores não me chamam a atenção.

2 – O direito de pular páginas – Um livro que você leu… só o que interessava:

Confesso: ler O Bater de Suas Asas , no final foi um livro que pulei alguns trechos. Um dos motivos foi por que fiquei extremamente… triste com o desfecho.

3 – O direito de não terminar um livro – Um livro que você começou algumas vezes antes de ler inteiro:

Poderia citar O Nome do Vento. Mas para não virar repeteco, um outro livro que ensaiei para iniciar a leitura foi A Guerra dos Tronos – As Crônicas de Gelo e Fogo, como demorei para iniciar a leitura, tentei umas três vezes.

4 – O direito de reler – Um livro que você salvaria no fim do mundo, para reler pela eternidade:

Nossa, essa é difícil, muito mesmo. Me veio na cabeça O Guia do Mochileiro das Galáxias e Harry Potter, mas como tenho o box das Crônicas de Gelo e Fogo, acho que essa última seria mais fácil de pegar meus cinco livros e passar a eternidade lendo e relendo.

giphy (2)

5 – O direito de ler qualquer coisa – O livro mais improvável que você já leu e gostou, e que algumas pessoas talvez duvidem que você leu:

Estou tentando pensar em um livro… mas raramente saio da minha zona de conforto. Nesse caso vou falar do Boa Noite, da Pam Gonçalves.

6 – O direito ao bovarismo (doença textualmente transmissível) – Um livro que parecia ótimo! Mas o tempo passou… e você pensou a respeito:

Acredito que Starters, eu estava tão empolgada que por algum tempo era foi o meu preferido, com o passar do tempo ele se tornou um livro bacana, mas não tudo isso.

7 – O direito de ler em qualquer lugar – O lugar mais estranho/improvável em que você já leu um livro:

Normalmente eu leio nos trens. Acho que o mais improvável foi em uma viagem que fiz para Minas Gerais, li enquanto meu pai, meu tio e sua esposa estava na sala conversando. Eu também estava lá na sala. Foi uma falta de educação? Talvez. Só que eu queria terminar de ler.

8 – O direito de ler uma frase aqui e outra ali – Um livro que te alimenta com pequenas doses diárias:

O Guia do Mochileiro das Galáxias e Harry Potter… apenas digo isso. Me conforta.

9 – O direito de ler em voz alta – Um livro que você precisou ler em voz alta:

Todas as vezes que tentei ler Graça Infinita eu li em voz alta, até perceber que não é o momento para ler o livro. Ainda não estou preparada para ler David Foster Wallace.

10 – O direito de calar – Um livro que te deixou sem palavras, porque era muito bom…ou muito ruim:

O muito bom que tirou a minhas palavras ao terminar de ler foi Extraordinário. Sério, esse livro me deixou refletindo por muito tempo e pretendo reler ele em breve.

Beijos e até a próxima 😉

 

2 comentários em “[TAG] Direitos do Leitor

Adicione o seu

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

Escreva um blog: WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: